Friday, July 15, 2005

Publicidade na televisão

"Se compro um Picasso, isso não me dá o direito de o cortar ou de pintar sobre ele e alterar as suas cores sob o pretexto de que é meu, de que o paguei e me pertence", Woody Allen.
"Interromper um filme, mortifica-lo com a inserção de spots publicitários, é uma acção criminal que deve ser regulada pelo código penal", Federico Fellini.
Estreia hoje na Espanha documentário "Cineastas contra magnates" do realizador catalão Carlos Benpar. Ler crítica no El pais.
Acrescentaria relativamente à penosa questão da inserção de spots publicitários entre filmes e da respectiva anulação de formato e créditos, de que, em Portugal, esta realidade conhece na TVI o melhor dos exemplos. É provavelmente o único canal exclusivamente dedicado à publicidade, embora por vezes, a interrompa com alguns filmes e telenovelas de gosto duvidoso. Sinceramente já não tenho paciência.

1 comment:

André Carita said...

Concordo plenamente. O problema é que a a SIC e a RTP começam a seguir o mesmo exemplo da TVI, quando essa tendência, em especial, numa estação de serviço público é no mínimo preocupante! Só espero que não lhe tomem o gosto.
Um abraço